Contos de Vestir nasceu de um desejo muito antigo de fazer vestidinhos de princesa, fadas e anjos do jeito que eu imaginava na minha infância. Eles  eram leves,  com várias saias molinhas, rodadas e esvoaçantes, e  que eu  poderia  ficar vestida o dia inteiro se eu quisesse. Quando criança, fazia isso com  as camisolas de  jersey e renda da minha mãe.   

E então como mãe, comecei a experimentar essas idéias com a minha filha, que também adorava brincar com as minhas camisolas; por isso foi muito fácil ela apreciar os vestidos que eu fazia a cada aniversário.  Brincava o dia inteiro, sem querer tirar, e a brincadeira se estendia por dias e dias. Por isso, os vestidos além de belos, precisavam ser confortáveis.  

Quando a criança brinca, entra numa dimensão do imaginário em que o tempo e o espaço são infinitos. A brincadeira vai se desdobrando e naturalmente a criança vai transformando as coisas de seu ambiente, utilizando-as de formas diferentes. É incrível como é fácil para a criança se transportar  e vivenciar cada  brincadeira.


 
As  histórias dos  livros  prediletos, principalmente aquelas que contém fadas, princesas e príncipes, são a perfeita inspiração para elas entrarem nesse universo.

E os vestidinhos, além dos mantos, coroas e acessórios do Contos de Vestir, vêm contribuir para  que  esse brincar  fique  mais  rico. Os vestidos  trazem a  inocência  e a pureza  da criança, são poéticos, românticos, belos, e extremamente confortáveis. O grande diferencial é a mistura de tecidos, a combinação de cores vibrantes e harmônicas, e o conforto.

Os mantos, coroas e varinhas são acessórios que ajudam a compor essas histórias e aventuras mágicas.   

Tenho certeza que as crianças vão adorar!!!  

Erika Li
http://www.erikali.com.br